Flamengo atropela o San Lorenzo e enlouquece o Maracanã

A estreia do Flamengo na Libertadores foi do jeito que a torcida esperava. Em um Maracanã cheio, com direito a um enorme mosaico, o clube carioca goleou o San Lorenzo por 4 a 0 e começou a caminhada na luta pelo segundo título da competição com o pé direito.

Após um primeiro tempo muito equilibrado, o Rubro-Negro deslanchou na segunda etapa. Com gols de Diego, em cobrança de falta, e de Trauco, um belo chute de fora da área, de Romulo e o último de Gabriel, a equipe treinada por Zé Ricardo cumpriu o seu papel contra os rivais argentinos.

O resultado colocou o Flamengo na liderança do grupo 4 da competição. Na próxima rodada, os cariocas jogam contra a Universidad Católica, na próxima quarta-feira, em Santiago. Já o San Lorenzo recebe o Atlético-PR, em Buenos Aires, no mesmo dia.

O JOGO

O primeiro tempo entre Flamengo e San Lorenzo foi muito equilibrado. O Rubro-Negro começou melhor a partida, tentando imprimir a sua velocidade, mas com o tempo, a equipe argentina equilibrou as ações, trabalhando muito a posse de bola, uma característica tradicional das equipes do país vizinho.

A primeira oportunidade foi do Flamengo. Aos 13 minutos, Willian Arão arrancou bem, o sistema defensivo do San Lorenzo deixou Everton, livre, o jogador recebeu o passe e ficou cara a cara com o goleiro Torrico, mas acabou tirando demais na finalização e bola bateu na trave.

A resposta do San Lorenzo não tardou e também foi a melhor oportunidade dos argentinos na etapa inicial. Após levantamento em jogada ensaiada de escanteio, Montoya apareceu livre para cabecear, a bola passou rente a trave de Muralha, que só torceu para ela não ira para o fundo das redes.

Os cariocas ainda tiveram que fazem uma mudança, antes do intervalo. Mancuello se chocou com um jogador do San Lorenzo. O meia argentino até tentou ficar em campo, mas não conseguiu e acabou substituído por Berrío aos 30 minutos.

A segunda etapa começou de forma perfeita para o Flamengo. Com dois minutos, Everton foi derrubado na entrada da área. Na cobrança, Diego tirou da barreira e colocou no fundo das redes, o goleiro Torrico pulou atrasado e não conseguiu chegar na bola.

O gol animou os rubro-negros que ampliaram o marcador logo depois. Aos 16 minutos, Trauco dominou com liberdade e acertou um belo chute de fora da área, sem chances de defesa para o goleiro da equipe argentina.

O Flamengo chegou ao seu terceiro gol aos 25 minutos. Após cobrança de escanteio de Diego, Rever resvalou a bola e Romulo cabeceou para o fundo das redes, deixando o clube carioca com uma vantagem muito boa na partida.

Com a vantagem no placar, os cariocas permitiram que o San Lorenzo chegasse com mais perigo, mas nada que preocupasse os torcedores rubro-negros. O Flamengo ainda voltaria a marcar, mas antes Gabriel sofreu pênalti. Na cobrança, porém, Guerrero não cobrou bem e Torrico defendeu.

Só que Gabriel faria o dele. Aos 43 minutos, o jogador balançou para cima da defesa argentina e acertou um belo chute, sem chances de defesa para Torrico e fechou o placar no Maracanã com goleada.

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 4 X 0 SAN LORENZO

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Arbitragem: Andrés Cunha (URU).
Renda/Público: Não disponível.
Cartões Amarelos: Mancuello e Trauco (Flamengo); Angeleri, Montoya, Paulo Díaz e Mussis (San Lorenzo).
Gols: Diego, aos três, Trauco, aos 16, e Rômulo, aos 25, e Gabriel, aos 42 minutos do segundo tempo.

FLAMENGO – Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Rômulo (Márcio Araújo), Willian Arão, Diego e Mancuello (Berrío); Everton (Gabriel) e Paolo Guerrero. Técnico: Zé Ricardo.

SAN LORENZO – Torrico; Paulo Díaz, Angeleri, Coloccini e Montoya (Corujo); Mussis, Néstor Ortigoza, Cerutti (Merlini) e Belluschi; Botta e Blandi (Bergessio). Técnico: Diego Aguirre.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: