Flamengo 2 x 1 Internacional: Para encher de moral

00O Flamengo derrotou o Internacional por 2×1 no Maracanã, em partida válida pela 27ª rodada do Brasileirão. Grande atuação de Paulinho, Elias, Léo Moura e Felipe, o rubronegro pulou da 14ª posição para a 7ª, e agora vê o sonho da Libertadores 2014 mais real. O Internacional tem o mesmo número de pontos que o Flamengo (37), mas leva a pior no saldo de gols, ficando agora na 8ª posição.

Diante de um público de 24.864 torcedores, o Flamengo venceu com gols de Léo Moura aos 24 do 1º tempo e Hernane aos 26 do 2º tempo, com Rafael Moura diminuindo para o Inter, já aos 41 da etapa final.

As equipes retornam a campo no domingo. O Flamengo disputa o clássico com o Botafogo, no Maracanã às 18h30. O Internacional recebe no o lanterna Náutico, às 16h no Estádio Centenário.

1º tempo: Léo Moura acorda o Flamengo
O Internacional começou a partida com maior disposição, tocando a bola no campo de ataque rubronegro. A primeira finalização foi de Otávio, aos 14 minutos, após falha de Léo Moura. A jovem promessa do Inter avançou com personalidade, invadiu a área e chutou cruzado. Mas a bola saiu fraca para Felipe defender com tranquilidade.

O Flamengo respondeu dois minutos depois, com Paulinho. Que se aproveitou da defesa aberta do colorado e bateu forte de fora da área. A bola estufou as redes, mas pelo lado de fora.

Aos 20 minutos veio a primeira das grandes defesas de Felipe na partida. Otávio recebeu lançamento longo, perdeu o tempo na cabeçada e a bola sobrou livre para o zagueiro Chicão, que furou bisonhamente. A bola sobrou limpa para Otávio, que ajeitou de cabeça e bateu forte, cara a cara com Felipe. O goleio espalmou no puro reflexo.

Quando parecia que o Inter viria para cima com tudo, foi a vez do Flamengo se organizar, e tocar a bola tentando furar a boa marcação colorada. A partida seguia morna até os 28 minutos. Foi quando o Inter errou na saída de bola, e Paulinho fez bom cruzamento pela direita, Elias acertou ao arriscar um corta-luz para a chegada de Léo Moura. O capitão do Flamengo mandou um chute rasteiro com a perna direita, que entrou no cantinho do gol de Muriel, que se esticou todo mas nada pôde fazer. 1×0.

A partir daí o Flamengo tomou conta da partida na primeira etapa e fez por merecer o placar. O Inter dependia da criatividade de D’Alessandro, mas o meia argentino não levava a melhor perante a marcação carioca.

2º tempo: Emoções até o último segundo
O Inter voltou disposto a diminuir. Aos 17 minutos, Leandro Damião perdeu chance incrível na frente de Felipe. O centroavante fez bem a função de pivô na marca do pênalti, e chutou forte para outra defesa importante do goleiro.

Empurrado pela torcida, o Flamengo seguiu ofensivo, trocando passes. Aos 20 minutos Paulinho pedalou sobre Fabricio pela ponta direita, e bateu rasteiro no canto esquerdo de Muriel. O colorado defendeu com segurança. Era o prenuncio do segundo gol. Novamente em jogada pela direita, por onde o Flamengo ganhou todas na partida de hoje, Léo Moura cruzou na medida para Hernane completar na risca da pequena área. O “brocador” apareceu sem marcação para marcar o seu 11º gol no Brasileirão, aos 26 minutos. 2×0.

Quando a vitória do Flamengo parecia tranquila, Clemer mexeu na equipe colocando Rafael Moura no lugar de Caio, aos 35. Com dois centroavantes a zaga rubronegra não soube quem marcar no jogo aéreo, e o “He-Man” se aproveitou de cruzamento de D’Alessandro pela direita, raspou de cabeça e marcou logo em seu primeiro toque na bola, um miuto após entrar em campo. 2×1.

Rafael Moura entrou com muita disposição, e em apenas 18 minutos atuando se tornou o mais perigoso do colorado. Aos 41 minutos Rafael Moura caiu na área após contato de Fernando, mas o juiz mandou seguir, para revolta geral do banco colorado. No entanto, após a partida, Rafael disse que se jogou no lance.

O Inter pressionou muito nos minutos finais e quase conseguiu o empate aos 48 minutos, quando o lateral Gabriel mandou uma bomba frontal da entrada da área. Novamente a estrela de Felipe brilhou ao desviar a bola para escanteio, impedindo o empate e garantindo 3 pontos valiosos.

Escalações
FLAMENGO: Felipe, Léo Moura, Chicão, Frauches (Fernando), João Paulo; Amaral, Luiz Antonio, Elias e André Santos (Gabriel); Paulinho e Hernane (Val). Téc.: Jayme de Almeida

INTERNACIONAL: Muriel; Gabriel, Jackson, Juan e Fabrício; Ygor, Willians, D’Alessandro, Otávio (Alex Santana) e Caio (Rafael Moura); Leandro Damião. Téc.: Clemer

Gols: Léo Moura (28 do 1º tempo), Hernane (26 do 2º tempo) e Rafael Moura (41 do 2º tempo).




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: