Fla volta a vencer, mantém sonho do hepta e rebaixa América-MG

Mesmo desfalcado em Belo Horizonte, o Flamengo deu uma esperança para o seu torcedor que ainda acredita no sétimo titulo do Brasileirão. Contra o América-MG, em Belo Horizonte, o Rubro-Negro encerrou uma sequência de quatro jogos sem vitória e bateu o América-MG. O resultado rebaixou matematicamente o time mineiro.

Na próxima rodada, o Flamengo vai buscar a primeira vitória no Maracanã, desde a reabertura do estádio. Os cariocas enfrentam o Coritiba, no domingo, às 19h30. O América-MG joga no mesmo dia em Porto Alegre contra o Grêmio, às 17 horas.

O JOGO

Com mais posse de bola durante toda a primeire etapa, o Flamengo passou por alguns sustos no começo da partida no Mineirão. Com apenas 11 minutos de jogo, o América-MG esteve muito perto de abrir o placar. Em cobrança de falta, Jonas carrimbou a trave, a bola sobrou para Nixon, sozinho, mas o atacante revelado pela base do Fla chutou para fora, perdendo uma ótima oportunidade.

O América-MG continuava perigoso e aos 18 minutos criou outra boa chance. Danilo avançou com a bola e finalizou, após desvio da zaga do Flamengo, ela sobrou limpa para Michael dentro da área. O ex-atacante do Fluminense furou incrivelmente, perdendo mais uma chance para os mineiros.

Os cariocas chegaram com perigo pela primeira vez aos 27 minutos. Jorge arrancou livre e finalizou forte, assustando João Ricardo. A sorte sorriu para os rubro-negros cinco minutos depois. O lateral-esquerdo fez bela jogada na linha de fundo e cruzou para Everton, que cabeceou, a bola desviou em Jonas e matou qualquer chance de defesa do goleiro do clube de Minas.

O gol empolgou o Flamengo, que voltou a criar boas chances antes do intervalo. Na melhor delas, Diego avançou com liberdade e finalizou por cima do gol, levando perigo para João Ricardo.

O América-MG voltou para o segundo tempo buscando valorizar mais a posse de bola para tentar o empate no Mineirão. Com cinco minutos, Michael arriscou chute de fora da área e parou no goleiro Paulo Victor.

Apesar da redução da vantagem da posse de bola, o América-MG não conseguia pressionar o Flamengo. Os cariocas seguiam mais perigosos e assustavam os donos da casa. Aos 27 minutos, Gabriel, que havia acabado de entrar na vaga de Everton, finalizou de fora da área, levando perigo a João Ricardo.

Aos 36 minutos, o América-MG teve uma grande oportunidade de marcar com Michael. Após levantamento, o atacante cabeceou livre e obrigou Paulo Victor a fazer uma grande defesa, salvando o Rubro-Negro. Os últimos minutos foram de chances criadas para os dois lados, porém, nenhuma das equipes voltou a marcar.

FICHA TÉCNICA:
AMÉRICA-MG 0 X 1 FLAMENGO

Local: Mineirão, Belo Horizonte (MG)
Árbitro: Raphael Claus (SP – Fifa)
Auxiliares: Rogerio Pablos Zanardo – SP (ASP-FIFA) e Danilo Ricardo Simon Manis – SP (ASP-FIFA)
Cartão amarelo: Michael (AME)
Gol: 32’/1° T Everton (1-0)

América-MG: João Ricardo, Jonas, Messias, Alison e Ernandes; Leandro Guerrero (Guilherme Xavier, 41’/2°T), Juninho, Danilo Barcelos (Nilson, 26’/2°T) e Tony; Nixon (Sávio, intervalo) e Michael. Técnico: Enderson Moreira.

Flamengo: Paulo Victor, Pará, Donatti, Juan e Jorge; Márcio Araújo, Arão e Diego (Cuéllar, 45’/2°T); Everton (Gabriel, 20’/2°T), Fernandinho (Thiago Santos, 33’/2°T) e Leandro Damião. Técnico: Zé Ricardo.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: