Fim do jejum-Flamengo vence o Vasco e avança para a final da Taça Guanabara

Por uma vaga na final da Taça Guanabara, o Flamengo entrou em campo com a vantagem de um empate para avançar e o Vasco apegado ao retrospecto recente contra o adversário. O Rubro-Negro acabou com o jejum diante do Cruzmaltino e, com Diego marcando de pênalti, venceu o duelo por 1 a 0, na tarde deste sábado, em Volta Redonda.

Confirmado na final da Taça Guanabara, o Flamengo terá pela frente o Fluminense. O clássico decisivo será disputado no próximo domingo, às 17h, ainda sem local definido.

O JOGO

Como comum nos encontros entre Flamengo e Vasco, a partida começou pegada, com muito trabalho para a arbitragem. Aos 7 minutos, o Cruzmaltino encontrou a primeira chance do duelo. Jean aproveitou uma sobra e mandou a bola do meio do gol de Muralha, que não teve problemas para defender. Aos 12, Thalles complicou a vida de Martín Silva ao cortar uma bola levantada na área e quase marcar para a equipe adversária.

Aos 13, Kevin recebeu pelo lado direito, ajeitou para a perna esquerda e bateu forte, mas Alex Muralha apareceu para espalmar a bola e mandar para escanteio. Em seguida, foi a vez de Martín Silva trabalhar. Romulo tocou para Trauco, o lateral acionou Everton e o atacante mandou para o gol, mas Martín Silva fez boa defesa.

Com dificuldade para criar, o Vasco trocava poucos passes. Mas foi tocando a bola que o Flamengo chegou com Everton, aos 26, pela esquerda. O atacante entrou na área e, de frente para Martín Silva, tocou pra trás. A zaga vascaína afastou e, no rebote, Trauco mandou para o gol e a defesa cruzmaltina mais uma vez se livrou do perigo.

O clima esquentou entre os jogadores na partida e o juíz precisou tirar o cartão amarelo no bolso. Mas foi aos 39 que o duelo pegou fogo. Everton foi derrubado por Luan dentro da área e a arbitragem marcou pênalti. Diego foi para a cobrança e marcou o primeiro gol rubro-negro na partida, deixando o Vasco em uma situação complicada para ficar com a vaga.

Um pouco incomodada com o placar desconfortável, a torcida do Vasco pediu por mudanças na equipe. Logo no início da segunda etapa, Cristóvão Borges atendeu e promoveu a entrada de Guilherme Costa. Mas a opção por deixar Douglas de fora, irritou os torcedores.

Aos 23, Berrío recebeu de Gabriel, puxou contra-ataque e deixou o marcador no chão. O atacante ainda chegou na linha de fundo e cruzou para trás, mas a zaga vascaína afastou o perigo. Em seguida, Diego bateu para o gol e Martín Silva espalmou. Réver pegou o rebote, tocou para o gol, mas a defesa do Vasco apareceu para afastar o perigo. Na sobra, Vaz deixou a bola com Romulo, que tentou encobrir o goleiro adversário mas a zaga trabalhou mais uma vez e evitou o segundo gol rubro-negro.

Aos 29, Berrío chegou pela direita e tocou para Diego. O meia dominou e mandou para o gol, mas a bola bateu na trave de Martín Silva. O Vasco não conseguiu reverter o resultado e o Flamengou confirmou presença na decisão da Taça Guanabara.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 x 0 VASCO

FLAMENGO – Alex Muralha; Pará, Réver, Rafael Vaz e Trauco; Rômulo, Willian Arão, Mancuello (Gabriel) e Diego; Éverton (Berrío) e Guerrero (Felipe Vizeu). Técnico: Zé Ricardo.

VASCO – Martin Silva; Gilberto, Luan, Rodrigo e Henrique; Douglas (Guilherme Costa), Jean, Wagner (Escudero) e Nenê; Kelvin (Muriqui) e Thalles. Técnico: Cristóvão Borges.

GOL – Diego, aos 40 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Pará, Mancuello e Trauco (Flamengo); Jean, Rodrigo, Kelvin e Luan (Vasco).

ÁRBITRO – Leonardo Garcia Cavaleiro.

RENDA – R$ 309.130.

PÚBLICO – 5.484 pagantes (6.979 no total).

LOCAL – Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: