Ficou Feio – Sem Crivella, chaves do Rio são entregues ao Rei Momo

Depois de uma espera bem maior que a habitual, a chave da cidade do Rio foi entregue ao Rei Momo pouco antes das 21h desta sexta-feira (24) de carnaval. Nos últimos anos a entrega das chaves ocorreu ainda pela manhã e foi feita pelas mãos do próprio prefeito.

Após longa espera por representantes da prefeitura, o Rei Momo recebeu a chave da cidade das mãos da secretária de Cultura do Rio, Nilcemar Nogueira. “O que tem de mais importante nesse chão são as pessoas que seguram as nossas tradições”, afirmou Nilcimar.

A incerteza dominou a Sapucaí durante o início da noite. “Nós somos os guardiões e chave e vamos entregar a quem delegarem, que com certeza vai ter competência para fazer isso. Até achei legal ser aqui no Sambódromo, a casa do samba”, afirmou Maurício de Jesus, do Instituto Cultural Candonga, responsável pela organização e o guardião da chave.

A secretária de Cultura explicou que foi sozinha ao Sambódromo entregar as chaves ao Rei Momo porque a mulher do prefeito Marcelo Crivella está doente. “Na verdade eu estaria junto com o prefeito. Ele estava vindo, mas teve que cancelar porque a mulher dele está doente. As pessoas falam muito e isso para mim é efetivamente um preconceito. Antes de julgar, as pessoas deveriam esperar para ver o que vai acontecer. Mesmo que eu não tivesse passado a chave, estaria aqui de qualquer forma. Aliás, venho nos cinco dias. Fazer isso foi uma honra para mim, estou superfeliz. Passar a chave da cidade ao Rei Momo no espaço do samba, por uma sambista, é uma ação afirmativa, a valorização de quem faz essa festa”, afirmou a secretária de Cultura do Rio.




%d blogueiros gostam disto: