Escolas de samba de Niterói brilham no segundo dia de desfiles com show de originalidade

A segunda noite de desfiles na Rua da Conceição foi de arquibancadas lotadas. Nesta terça-feira (28), cerca de 5 mil pessoas, de acordo com a Niterói Empresa de Turismo e Lazer (Neltur).

Treze agremiações se apresentaram na Passarela do Samba de Niterói, além da Unidos do Viradouro.

Nesta  terça-feira, as Escolas de Samba do Grupo de Acesso e do Principal, fizeram seus desfiles com muita originalidade, criatividade e samba no pé. A Unidos do Viradouro, que desfilou Hours Concours, levantou a multidão de cerca de 5 mil pessoas que, dispostas ao longo das arquibancadas e em cada canto que tinha um espaço, cantaram e sambaram juntos com os componentes da agremiação que nasceu em Niterói.

Iniciando o desfile do Grupo Principal do carnaval de Niterói, a Combinados do Amor, campeã do Acesso no ano passado, trouxe um enredo sobre Nelson Mandela, transmitindo para o público uma mensagem de amor e igualdade.

A Sabiá veio do Fonseca para o Centro trazendo como enredo a felicidade, mostrando algumas coisas que proporcionam o sentimento.  Dessa forma, a agremiação também contagiou as arquibancadas.

Vestindo verde e rosa, a Souza Soares trouxe um enredo sobre o ícone do samba, “Cartola, o divino poeta do samba”. Para desenvolver o carnaval deste ano, a escola ainda contou com o apoio da Fundação Cartola, que colaborou com informações sobre a trajetória do cantor e compositor.

Somente a fantasia do destaque do carro abre-alas, ornamentada com penas de pavão, custou R$ 60 mil. Um tripé que trazia esculturas de cangaceiros teve dificuldade em passar pela fiação, deixando um buraco na escola, que foi rapidamente resolvido. Mostrando que o forró pode sim dar samba, o Grupo dos XV, nona agremiação a desfilar nesta terça, contagiou o público com um enredo sobre o ritmo. Passando pelo baião e sua sanfona, a escola trouxe uma comissão de frente com casais que “forrozearam” na Passarela do Samba de Niterói.

A Unidos dá Região Oceânica fez uma releitura do samba da Acadêmicos do Sossego, de 1986, “Brasil se plantando tudo dá”. Fantasias luxuosas marcaram sua passagem pela Rua da Conceição, que ao longo dos 40 minutos encantou o público presente nas arquibancadas.

O público também reviveu os tempos de infância com a Alegria da Zona Norte. Com o enredo “Dá licença, a nação alegrense vem brincar”, a escola se divertiu na Rua da Conceição, trazendo brincadeiras antigas, como amarelinha e pique esconde, para encantar os jurados.

Há dois anos sendo classificada em terceiro lugar, a Império de Arariboia também apostou no universo infantil para buscar o título de campeã do carnaval de Niterói. A escola do Morro de São Lourenço brilhou com pequenas bailarinas em volta do casal de mestre-sala e porta-bandeira. Na comissão de frente, a capa do palhaço se transformou em um picadeiro.

Fechando a noite com chave de ouro, a atual campeã Folia do Viradouro pediu passagem na Rua da Conceição com o enredo “É sorte ou azar. Pode apostar no cassino folia”.

Passadas as duas noites da tradicional festa, que começou na segunda-feira, as escolas aguardam pelo resultado, que será conhecido na quinta-feira, às 15h, na quadra da Viradouro, no Barreto.




%d blogueiros gostam disto: