Em jogo de arbitragem polêmica, Vasco empata no Maracanã

Mais uma vez a arbitragem ganhou destaque em uma partida do Campeonato Brasileiro. Nesta quinta-feira, no empate em 1 a 1 entre Vasco e Chapecoense, no Maracanã, em jogo válido pela 30ª rodada do Brasileirão, o que não faltou foram polêmicas protagonizadas pelo juiz Ricardo Marques Ribeiro. Rodrigo abriu o placar para o Vasco e Bruno Rangel empatou para os catarinenses.

O empate tirou do Vasco a chance de reduzir a diferença para o Avaí, primeiro time fora da zona, para apenas três pontos. Com 28, o Cruzmaltino segue na 19ª colocação, a cinco de sair do Z4. Já a Chapecoense, com 35 pontos, manteve a distância de dois para o pelotão de baixo.

O jogo

O Vasco dominou a maior parte do primeiro tempo, mas não conseguiu transformar a pressão e a posse de bola em chances efetivas de gol. Apesar de mais contida, foi a Chape quem criou as melhores oportunidades. Na primeira, aos 38 minutos, Túlio de Melo até conseguiu fazer o gol após uma falha de Jordi, mas teve o tento anulado por impedimento bem marcado. Depois, já nos acréscimos, o goleiro cruzmaltino se redimiu ao impedir finalização de Ananias com uma saída ousada do gol.

Aos 13 minutos do segundo tempo, a primeira polêmica: Túlio de Melo, de cabeça, marcou para a Chape, mas o árbitro invalidou o lance alegando falta de ataque, para revolta dos jogadores alviverdes. O susto fez o Vasco acordar e, após algumas chances desperdiçadas, Rodrigo finalmente abriu o placar, aos 27 minutos, testando para o fundo das redes uma cobrança de escanteio de Nenê: 1 a 0.

Com pressa, a Chapecoense se mandou para o ataque e, aos 41 minutos, a segunda polêmica do jogo: o árbitro Ricardo Marques Ribeiro viu toque na mão de Rodrigo e assinalou o pênalti. Bruno Rangel cobrou bem e empatou: 1 a 1. Antes do apito final, os vascaínos reclamaram de uma bola na mão de Tiago Luís na grande área da equipe catarinense em situação semelhante à de Rodrigo, mas o árbitro não marcou o pênalti.

O Vasco volta a campo no próximo domingo, dia 18, contra o São Paulo, no Morumbi. No mesmo dia, a Chapecoense vai até Porto Alegre enfrentar o Grêmio na Arena.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: