Em grande jogo, Vitória vence o Flamengo

00O Flamengo bem que tentou, mas o Vitória mostrou um ótimo futebol e saiu com o placar favorável no Barradão, hoje. Dinei, com dois gols, ainda perdeu um pênalti e deu uma assistência, terminando o placar em 4 a 2. A equipe baiana sonha com o G4, mas os resultados de logo mais podem enterrar essas possibilidades.

O Vitória começou pressionando o Flamengo, buscando o ataque desde o primeiro minuto. Apesar de jogar bastante pelo lado direito, com Ayrton e Maxi Biancucchi, as primeiras oportunidades saíram do outro lado do campo. Aos dois minutos, Marquinhos tentou um cruzamento pelo lado direito e a bola tomou um rumo diferente, com Paulo Victor precisando intervir para evitar o gol.

Aos 11 minutos, o Vitória teve ótima oportunidade para abrir o placar. Após jogada de Juan, o lateral invadiu a área e bateu firme, em cima da zaga. No rebote, Dinei foi derrubado por Paulo Victor e sofreu o pênalti. O próprio atacante fez a cobrança e desperdiçou, com Paulo Victor caindo no canto esquerdo para fazer a defesa.

O Vitória manteve o domínio da partida e só não abriu o placar aos 26 minutos por conta do travessão. Após jogada pelo lado direito, a bola sobrou para Marquinhos, que bateu forte na direção do gol. O chute foi desviado pela zaga e explodiu no poste, saindo na sequência. Nesses primeiros minutos, o Flamengo se limitou a chutar de longa distância. Amaral tentou duas vezes, mas não repetiu a final contra o Atlético-PR.

Os melhores momentos ficaram para o final da etapa. Aos 44 minutos, Renato Cajá deu um ótimo passe para Marquinhos, que do fundo cruzou para Dinei completar para o gol. O camisa 1000, em homenagem ao número de gols da equipe no Brasileirão, abriu o placar e deixou o Vitória em vantagem. Só que o Flamengo empataria logo na sequência. Aos 46, após cobrança de escanteio, a bola ficou amortecida na área e Wallace pegou de bico para marcar o gol. O zagueiro comemorou muito o empate, que deu fim ao primeiro tempo nos segundos seguintes.

Logo na volta do intervalo, o Vitória desempatou o placar. E com um belo gol. Após cobrança de lateral de Ayrton, Dinei tentou a cabeçada em um primeiro momento e a bola ficou para Maxi Biancucchi que, de primeira, pegou bonito para acertar o ângulo de Paulo Victor. O cronômetro ainda marcava dois minutos de jogo.

Marquinhos ainda acertaria a trave pela segunda vez, após bela tabela aos seis minutos com Maxi Biancucchi, que terminou em um chute sem pulo no poste. Mas o Flamengo não estava disposto a sair derrotado do Barradão. Aos 15, Nixon chegou ao fundo pela direita, tirou o marcador e colocou para o miolo da área. Hernane se posicionou, saiu da marcação e bateu seco, sem chances para Wilson. Esse foi o 15º gol do Brocador no Brasileirão.

Só que quem devolveu o gol dessa vez foi o Vitória. Dois minutos depois, Juan fintou Digão com muita habilidade e cruzou na medida para Dinei, que se adiantou ao goleiro Paulo Victor e tocou para o gol dentro da pequena área. O gol acalmou a equipe baiana, que passou a apostar nos contra-ataques. Já o Flamengo, que não tem mais pretensões no Brasileirão, continou buscando o empate, mas o jogo teve o ritmo abaixado.

Aos 35 minutos, o Vitória definiu a partida. Marquinhos tocou com Dinei na área, que fez o pivô com maestria e devolveu para o meia. O jogador pegou colocado, no canto do goleiro, e, enfim, marcou o seu gol na partida.

A partida foi caminhando para o final sem grandes emoções. Após uma falta, Wallace ainda foi expulso após receber o segundo cartão. A equipe de Salvador sonha com o G4, esperando o resultado de Grêmio e Goiás, que jogam mais tarde.

FICHA TÉCNICA

VITÓRIA 4 X 2 FLAMENGO

VITÓRIA: Wilson, Ayrton, Kadu, Victor Ramos e Juan; Cáceres, Escudero (Henrique) e Renato Cajá (Danilo Tarracha); Marquinhos, Maxi Biancucchi (Luiz Gustavo) e Dinei. Técnico: Ney Franco.

FLAMENGO: Paulo Victor, Digão, Samir, Wallace e João Paulo; Amaral, Luiz Antonio, Adryan (Val) e Gabriel (Nixon); Bruninho e Hernane. Técnico: Jayme de Almeida.

Local: Barradão (Salvador/BRA)
Data/Horário: 01/12/2013, às 17h
Árbitro: Paulo César Oliveira (SP/BRA)

Cartões Amarelos: Paulo Victor (11′), Escudero (31′), Wallace (36′), Amaral (50′), Victor Ramos (58′)
Cartões Vermelhos: Wallace (89′)
Gols: Dinei (44′), Wallace (45+1′), Maxi Biancucchi (47′), Hernane (60′), Dinei (62′), Marquinhos (80′)




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: