JN INFORMA

Deputados pedem investigação sobre responsabilidade em vazamento de Barcarena

banner
JN INFORMA

Deputados pedem investigação sobre responsabilidade em vazamento de Barcarena

O relatório final da Comissão Externa da Câmara criada para investigar o vazamento de rejeitos de uma mineradora em Barcarena, no Pará, foi aprovado, por unanimidade, nesta terça-feira.

Depois de 9 meses de trabalhos, a comissão concluiu que há suspeitas de fraude na concessão da licença ambiental, ineficácia na inspeção e auditoria ambiental para detecção de riscos e demora para adoção de medidas no atendimento à população prejudicada pelo vazamento.

O relatório solicita uma auditoria do TCU, Tribunal de Contas da União, sobre a efetividade da inspeção ambiental, que poderia ter identificado falhas.

O relator do texto, o deputado Edmilson Rodrigues, do PSOL paraense, informa que a Comissão pede que o Ministério Público investigue as responsabilidades civis e penais da empresa e de agentes do Estado.

O deputado também destaca que Universidade Federal e o Instituto Evandro Chagas detectaram alta concentração de chumbo, alumínio, ferro e outros minerais nas águas, no solo e nos cabelos de alguns moradores, o que seria consequência dos vazamentos.

O relatório não se limita ao desastre ocorrido em fevereiro em Barcarena e cita, ao todo, 26 casos de incidentes ambientais ocorridos desde o ano 2000 na região.

Posts Relacionados

Cidades terão R$ 1 bi para projetos de desenvolvimento sustentável

REDAÇÃO

Rio de Janeiro monta esquema de segurança para garantir eleições

REDAÇÃO

Tite anuncia hoje nomes de convocados para jogos contra Arábia Saudita e Argentina

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais