Com gol de Damião já quase no final da partida, Internacional derrota o Flu

00O jogo não teve grandes emoções, mas bastou uma bola certeira para Damião voltar a decidir para o Inter. Jogando no Estádio Centenário, em Caxias do Sul, o Colorado superou a semana complicada que resultou na demissão de Dunga e venceu, hoje, o Fluminense por 1 a 0. O resultado faz a equipe voltar a sonhar com a Libertadores, chegando a 37 pontos e assumindo a 7ª posição.

O primeiro tempo não apresentou grandes jogadas para ambas as equipes. O Fluminense, sentindo a falta do time inteiro de desfalques, não conseguiu iniciar suas ações pelo meio e forçou o jogo na lateral, com Biro Biro tentando tabelar com Igor Julião. Sóbis e Jean tentaram arriscar chutes de longe, mas o Flu parou nas péssimas finalizações, que facilitaram a vida de Muriel.

D’Alessandro tentou levar o Inter à frente, mas Jorge Henrique e Otávio não se apresentaram para ajudar, deixando o argentino sem muitas opções. Quando conseguiu encontrar Leandro Damião no ataque, o atacante não concluiu com precisão, cabeceando uma bola para fora aos 9 minutos após contato com Fábio.
O grande lance da primeira etapa foi aos 34 minutos, quando Kléver realizou uma bela defesa após chute de Fabrício. Em escanteio ensaiado, o zagueiro do Inter girou livre na pequena área e bateu. O goleiro tricolor se antecipou e caiu antes no canto, espalmando bonito a finalização e afastando o perigo da área do Fluminense.

O Fluminense ainda tentou colocar seu time perto da área colorada no final do tempo, com Sóbis chutando cruzado aos 42 e Jean batendo fraco depois de bela jogada de Rafinha já nos acréscimos, mas o que prevaleceu foi o alto número de faltas. Wilson Luiz Seneme só distribuiu dois cartões, mas a quantidade de faltas duras permitia um número maior de advertências, sem contar nas faltas que o árbitro deixou passar.

Os minutos iniciais da segunda etapa apresentaram um domínio do Flu, mas esse seria o único momento de perigo da equIpe carioca. Com dois minutos, Jean bateu de fora e forçou Muriel a espalmar para o lado. No rebote, Gabriel cortou o chute de Sóbis.

A partir dos 11 minutos do segundo tempo, o Inter teve as melhores chances para marcar, mesmo não tendo um domínio claro da partida. Damião tentou duas vezes, mas a zaga apareceu para cortar e bloquear a finalização. D’Alessandro ainda tentou finalização de longe, mas a bola foi desviada.

Aos 20, o Inter teria outra grande chance de abrir o placar. Leandro Damião conseguiu descolar um belo passe de bicicleta para Otavio que, sozinho, finalizou para a defesa de Kléver. Na sequência da jogada, Damião recebeu dentro da área e girou, batendo firme no ângulo esquerdo. O goleiro tricolor novamente precisou fazer grande defesa para evitar o gol colorado.

Com 35 minutos, o Inter definiu o jogo. Willians surgiu como elemento surpresa na lateral direita e colocou na área. Igor Julião se antecipou e tentou cortar o cruzamento, mas a furada deixou Damião sozinho. O atacante, quase embaixo da trave, só teve o trabalho de arrematar para fazer o gol. O jogador colorado comemorou muito, tirando a camisa e se jogando no gramado, já que não marcava há 12 jogos e não vinha sendo escalado pelo ex-técnico Dunga.

Nos minutos finais, o Inter ainda conseguiu manter a posse de bola no ataque e o Flu, sem grande criatividade, não conseguiu nenhuma oportunidade para marcar. O resultado foi ruim para o Tricolor, que agora caiu para a 10ª posição. Os resultados favoreceram as duas equipes, mas o Inter pulou na frente na busca pelo G4.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: