full screen background image




Com Fabuloso e Ganso inspirados, Soberano derrota o Fluminense e quebra jejum

003Dia de sol na capital paulista, casa cheia e jogadores inspirados: a fórmula para o São Paulo voltar a vencer no Campeonato Brasileiro estava completa. Comandados pela excelente atuação de Ganso, os paulistas derrotaram o Fluminense no Morumbi pelo placar de 2 a 1 na tarde deste domingo e respiraram mais aliviados na 16ª rodada do torneio.

Com gols de Luis Fabiano e Reinaldo, o Soberano quebrou um jejum de três meses sem um resultado positivo na Série A: os últimos três pontos foram conquistados no dia 29 de maio, em duelo contra o Vasco. Já o Flu, muito irregular e extremamente defensivo no confronto contra o rival Tricolor, pagou pela falta de vontade e também de experiência, já que não pode contar com jogadores como Fred, Deco e Rafael Sóbis.

Com a vitória, o São Paulo chegou aos 14 pontos na tabela, assumindo a 18ª posição. O próximo duelo dos paulistas ocorre no domingo, 1, contra o Botafogo, no Maracanã. Já o Fluminense, com 18 pontos, caiu para a 15ª colocação e vai tentar se reabilitar no sábado, 31, diante do Santos, também no Maracanã.

Ganso e Fabuloso sobram em campo

A partida no Morumbi começou com um São Paulo muito disposto a abrir o placar com rapidez, totalmente diferente dos jogos anteriores. Mais organizado, os paulistas conseguiam dominar as ações do confronto. Pelo lado do Fluminense, Luxemburgo apostou numa estratégia com duas fortes linhas defensivas, o que deixou o time preso em seu campo e sem mostrar qualquer tipo de perigo para o rival.

A melhora do Soberano não foi apenas coletiva: em grande tarde, Ganso ditava o ritmo do meio-de-campo dos paulistas. O único problema da equipe era na hora do passe final, que nem sempre saia com qualidade. Os cariocas, esperando pelo contra-ataque, sequer chutaram uma vez ao gol de Rogério Ceni.

Aos 27, a superioridade dos donos da casa se traduziu em gol: em lance de raça e muita vontade, Luis Fabiano ganhou dividida com Edinho e, mesmo caído, abriu o marcador, para a alegria dos quase 50 mil presentes no estádio.

A boa atuação dos comandados de Autuori foi coroada no finalzinho da primeira etapa quando, em sobra de escanteio, Reinaldo, livre de marcação, acertou um lindo chute, indefensável para Cavallieri.

Pagando pela falta de ousadia na hora de atacar, o Fluminense saiu de campo na primeira etapa sem dar qualquer chute na meta de Ceni. Pelo lado dos paulistas, as boas atuações de Jadson, Luis Fabiano e Ganso garantiram uma maior tranquilidade para os 45 minutos finais.

Times menos interessados no segundo tempo

Fluminense e São Paulo voltaram a campo com pretensões menores em relação à primeira metade do confronto. O Tricolor das Laranjeiras até tentou sair mais para o jogo, sem contudo ter sucesso. Os paulistas, administrando o resultado, esperavam um espaço em aberto para poder ampliar.

Os muitos garotos em campo pelo lado do time do Rio não deram conta dos passes certos de Ganso, que foi um dos melhores na tarde deste domingo. Não fosse as constantes cortadas de bola de Edinho e Diguinho e o Soberano poderia ter balançado mais vezes as redes.

Os atacantes abertos pelas pontas fez com que o São Paulo tivesse mais volume no setor ofensivo. Além de Ganso e Jadson, outro que criou bastente trabalho para o rival foi Lucas Evangelistas. No fim, Eduardo ainda descontou para o Flu, mas já era tarde demais: depois de três meses, o São Paulo voltou a vencer no Campeonato Brasileiro.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: