Ceguinho Jeffinho Farias no Teatro da UFF

O ator Jefferson Farias fará três únicas apresentações, dias 14, 15 e 16 de julho, às 20 horas, da comédia “Ponto de Vista”, no Teatro da UFF, em Niterói. O espetáculo conta com direção de Alexandre Régis e traz Jefferson reunindo inúmeras histórias do cotidiano de um deficiente visual, colocadas numa narrativa bem-humorada e que mostram ao público vivências e observações sobre temas relacionados à vida comum de um cego.

O cenário é composto por piso tátil, por onde o ator circula ao longo do espetáculo. E a ambientação, ainda maior sobre o universo dos cegos, se dá ao longo da peça onde Jefferson também convida o público a participar de uma experiência sobre seu dia a dia, ao vivo, em que cada espectador por alguns minutos passa a experimentar o cotidiano dos deficientes visuais.

Relacionamentos, tendências contemporâneas, moda, entre demais assuntos, também são ingredientes do cardápio sobre o qual o jovem artista lança o seu “olhar” particular.

A peça não só apresenta, como também faz uma análise crítica sobre as dificuldades ainda enfrentadas pelos deficientes, na atualidade de nosso país. É uma forma, mais leve, de se mostrar que o número de pessoas com deficiência é expressivo, e que o desejo de todos é o de serem definitivamente tratados como iguais na sociedade contemporânea.

Jefferson Farias começou sua carreira participando de programas de TV. Iniciou em 2008 fazendo apresentações em ruas e praças públicas e, em pouco tempo, foi convidado a participar dos quadros “Humor na Caneca”, no Programa do Jô, e “Quem Chega Lá”, no Domingão do Faustão, além de participações no humorístico “Zorra Total”, todos da Rede Globo. Após ganhar destaque por suas participações, nascia o grupo de humor “Esse Cego É DuCarvalho”. E, há três anos, o ator ganhou um quadro fixo no humorístico “A Praça é nossa”.

Formou-se em Artes Cênicas pelo Centro Universitário da Cidade (UniverCidade/RJ) e também realiza trabalhos como cronista e roteirista para novos artistas, apresentando sua versatilidade artística e, principalmente, a perseverança que rompe os limites que a deficiência visual lhe impôs.

Régis é uma lenda viva do humor brasileiro. Pode-se dizer que todo programa ou especial de humor, das últimas décadas, contou com sua participação (Os Trapalhões, Chico Total, Viva o Gordo, A Praça é Nossa e Zorra Total). No teatro, firmou-se como diretor e fundador do Teatro de Terror, do qual participaram os também convidados do Zenas Improvisadas, Alexandra Richter e Charles Paraventi. Hoje em dia, além de atuar em Zorra Total, dirige a dupla de humoristas Marcius Melhem e Leandro Hassum no espetáculo Nós na Fita.

A classificação etária é 14 anos, a duração é de 60 minutos e os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (estudantes, maiores de 60 anos, menores de 21 anos e pessoas com deficiência). O Teatro da UFF fica na Rua Miguel de Frias, 9 em Icaraí.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: