Botafogo vence o Grêmio e vai à Libertadores

O golaço foi do volante Bruno Silva, mas a camisa mostrava o número 8 acima do nome de Cléber Santana, homenageado com o tento que decretou o Botafogo na próxima edição da Copa Libertadores da América. Atuando na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, o Glorioso contou com a boa atuação do goleiro Sidão e falta de pontaria do Tricolor para vencer por 1 a 0, mesmo com um jogador a menos durante todo o segundo tempo.

Na última rodada do Campeonato Brasileiro, todas as equipes entraram em campo com homenagens à Chapecoense e aos 71 mortos na tragédia aérea que vitimou jogadores, comissão técnica e diretoria do clube. Antes de a bola rolar, os dois times prestaram um minuto de silêncio e mostraram a bandeira da Chape e da Colômbia, país que deu um show de solidariedade através do Atlético Nacional-COL, que jogaria a semifinal da Copa Sul-Americana contra o Verdão do Oeste e cedeu o título à Chapecoense.

Além disso, todos os jogadores do Botafogo usaram nomes dos atletas da Chapecoense em suas camisas. O volante Bruno Silva, com a camisa de Cleber Santana, honrou o falecido meia e anotou um golaço de voleio, aos 16 minutos, para decretar a vitória do Botafogo. O clima de solidariedade, porém, desapareceu pouco depois, quando Airton e Sassá se empurraram e o volante recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso. Já o atacante foi substituído pelo técnico Jair Ventura logo em seguida.

Do outro lado, os gremistas até tentaram chegar ao empate e tiveram boas oportunidades, mas pecaram na finalização. Nas arquibancadas, a torcida parecia mais preocupada em fazer festa pelo rebaixamento do rival Internacional do que com os reservas em campo. A festa pelo título da Copa do Brasil também se fez presente na Arena gremista.

O Botafogo mostrou que não tentaria esperar um empate para classificar à Libertadores desde o início do jogo. Camilo deu chapéu em Kannemann com um toque de cabeça e ajeitou para Sassá. Da entrada da área, o camisa 9 finalizou forte, à direita do gol de Leo, mas com muito perigo.

Com o jogo truncado no meio de campo, o Glorioso não desperdiçou chances e abriu o placar aos 16 minutos, em sua segunda boa chance. Camilo cobrou escanteio na área, Emerson Silva ajeitou e Bruno Silva dominou girando antes de emendar um voleio na entrada da área para anotar um golaço. Na comemoração, o volante mostrou os nomes das 71 vítimas da tragédia da Chapecoense.

O Grêmio criou sua primeira boa oportunidade apenas aos 31 minutos, quando Kaio perdeu uma chance clara. Everton arrancou pela esquerda e passou para Bolaños, que rolou paa Kaio chegar batendo, mas o garoto, de frente para o gol, mandou a bola por cima.

Depois de dar um bom passe, foi a vez de Bolaños finalizar, mas o atacante perdeu uma chance ainda mais clara que a de seu companheiro. Em excelente jogada gremista, Kaio recebeu de Wallace Oliveira pelo meio, arrancou e serviu o equatoriano, que ficou na cara de Sidão, mas bateu em cima do goleiro.

O clima esquentou no último minuto do primeiro tempo, quando Victor Luis sofreu falta dura de Negueba. A confusão, porém, foi entre dois atletas do Botafogo, e Sassá e Airton se empurraram em campo. Como o volante já tinha um cartão amarelo, acabou expulso e o atacante foi substituído pelo técnico Jair Ventura.

A segunda etapa começou com um ritmo de jogo parecido e o Grêmio teve sua chance aos 10 minutos. Henrique Almeida recebeu na esquerda, girou e arriscou de fora da área, mas Sidão foi firme e fez a defesa.

Os gremistas só explodiram na arquibancada aos 22 minutos, quando a torcida comemorou muito o gol do Fluminense contra o Internacional, que ia sendo rebaixado. Diversos “B” eram vistos entre os torcedores.

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 0 X 1 BOTAFOGO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)
Data: 11 de dezembro de 2016, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos e José Carlos Oliveira dos Santos (ambos da BA)

Cartões amarelos: Negueba e Jailson (GRE); Emerson Silva e Sassá (BOT)
Cartão vermelho: Airton (BOT)

Gol:
BOTAFOGO: Bruno Silva, aos 16 minutos do primeiro tempo

GRÊMIO: Léo; Wallace Oliveira, Rafael Thyere, Kannemann, e Iago; Kaio (Arthur) e Jailson; Negueba, Miller Bolaños e Everton; Henrique Almeida
Técnico: Renato Gaúcho

BOTAFOGO: Sidão; Alemão, Joel Carli, Emerson Silva e Víctor Luís; Aírton, Bruno Silva, Diogo Barbosa e Camilo; Rodrigo Pimpão e Sassá
Técnico: Jair Ventura




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: