Botafogo vence Figueirense nos acréscimos

Quando a fase é boa, tudo dá certo. Botafogo e Figueirense vinham fazendo um péssimo jogo no Orlando Scarpelli, neste domingo, e tudo indicava que não sairiam do zero. Mas Bruno Silva, aos 46 minutos do segundo tempo, aproveitou falha da zaga adversária e garantiu os três pontos para o Botafogo.

Com a vitória suada por 1 a 0, o Alvinegro carioca chegou aos 44 pontos e ficou mais próximo do G-6 do Brasileirão. O time subiu para a sétima colocação e está a apenas um ponto do Atlético-PR, sexto colocado. Os catarinenses estacionam nos 31 pontos e seguem na 18ª colocação, a três de escapar do Z-4.

O JOGO

Como era esperado, o Figueirense tentou pressionar os cariocas no início da partida. Com mais posse de bola, mas desorganizado, o time não levou perigo ao gol de Sidão. E o primeiro tempo seguiu de forma sonolenta até o finalzinho, com o Botafogo bem fechado na defesa e o Figueira sem conseguir nada de produtivo.

Só aos 43 minutos é que algo de interessante aconteceu. Após escanteio cobrado na área, a zaga catarinense afastou errado e a bola sobrou para Vinícius Tanque, livre, bater forte, com muito perigo ao gol de Gatito Fernández. A bola saiu por pouco.

As vaias no intervalo mostraram a insatisfação da torcida com a qualidade do jogo, recheado de passes errados, chutões e luta no meio de campo.

Desesperado por ocupar as últimas posições na tabela, o Figueirense começou o segundo tempo disposto a abrir o placar. Aos 3 mintos , Pará cruzou para área e Rafael Moura cabeceou com perigo.

Aos 15, um lance inacretável. Após escanteio, Dodô desviou de cabeça, enganou a zaga alvinegra, e a bola sobrou livre para Rafael Moura chutar para fora de dentro da pequena área.

O Botafogo só voltou a assustar Gatito Fernández aos 30 minutos. Alemão recebeu na entrada da área e chutou para boa defesa do goleiro paraguaio. Aos 40, Sassá teve a chance da vitória, mas parou nas mãos de Gatito.

Quando tudo indicava que o 0 a 0 não sairia do placar, o Fogão chegou ao gol da vitória nos acréscimos. Após virada de jogo, Pimpão desvia, a zaga catarinense falha, e Bruno Silva bate livre, sem chances para o goleiro. Era o gol da vitória.

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Botafogo encara o desesperado Internacional (RS), na quarta-feira à noite na Arena Botafogo. Já o Figueirense viaja até a capital paranaense para duelar com o Coritiba, também na quarta-feira.

Ficha técnica

Figueirense 0 x 1 Botafogo

Local: Orlando Scarpelli (SC)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Renda: R$ 172.575,00.

Público: 12.325 pagantes.

Gol: Bruno Silva (aos 46 minutos do segundo tempo)

Cartões amarelos: Bruno Silva, Rodrigo Lindoso (B); Josa (F)

Figueirense – Gatito Fernández; Ayrton, Werley, Bruno Alves, Pará, Josa, Renato, Elvis (Éverton Santos), Dodô, Lins (Rafael Silva) e Rafael Moura. Técnico: Marquinhos Santos

Botafogo – Sidão; Emerson, Alemão, Joel Carli, Victor Luis, Rodrigo Lindoso (Dudu Cearense), Bruno Silva, Camilo, Neilton (Rodrigo Pimpão), Airton e Vinícius (Sassá). Técnico: Jair Ventura




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: