BOTAFOGO ESPORTE

Botafogo fica duas vezes na frente mas cede empate ao São Paulo

banner

Pela exibição no primeiro tempo, o Botafogo merecia a vitória sobre o São Paulo. No entanto, a vertiginosa queda de produção nos 45 minutos finais fez do empate de 2 a 2 um justo resultado na tarde deste domingo, Nilton Santos, com a redenção de Saulo, com duas defesas milagrosas nos acréscimos. Com 33 pontos, o Glorioso se mantém em 12º lugar, enquanto o Tricolor paulista cai para o terceiro lugar, com 52.

Embalado pela sequência de duas vitórias na competição, o Botafogo encarou o São Paulo, um dos concorrente ao título, com coragem, de igual para igual. Da cobrança de escanteio de Luiz Fernando teve origem o gol de Jean, com apenas quatro minutos de jogo.

A postura de tomar a iniciativa agradou ao torcedor, mas a resposta do São Paulo foi imediata. O chute de Nenê desviou em Carli e descaracterizou a posição de impedimento de Diego Souza, que tocou no canto de Saulo para empatar o jogo.

Com a confiança em dia, o Glorioso não acusou o golpe. Com a marcação encaixada com o trinca de volantes (Jean, Lindoso e Bochecha), a equipe explorou os lados para empurrar o São Paulo para trás. E foi justamente de uma jogada pela ponta que o Botafogo retomou a vantagem. Kieza tabelou com Erik e chutou com categoria na saída de Sidão: 2 a 1, aos 24 minutos.

A saída de Jean, machucado, foi sentida pelo Botafogo na volta o segundo tempo. A equipe perdeu a consistência na marcação e, consequentemente, o controle no meio de campo. Com maior posse de bola, o São Paulo pressionou, mas contou com a falha de Saulo para empatar. O goleiro soltou para o meio da área o falta cobrada por Reinaldo, e Carneiro empurrou para o gol vazio, aos 16 minutos.

O mesmo Saulo evitou a virada dos paulista na bomba de Rojas e teve sorte no chute cruzado de Carneiro, rente à trave. Zé Ricardo tentou renovar o fôlego do ataque com a entrada de Rodrigo Pimpão e Brenner, sem sucesso. No fim, Saulo se redimiu da falha no gol de Carneiro e evitou a derrota com duas incríveis defesas à queima-roupa na tentativa de Rojas e de Diego Souza, no rebote.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 x 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Hora: 16h (de Brasília)
Cartões amarelos: Gustavo Bochecha (Botafogo). Anderson Martins, Liziero (São Paulo)
Cartões vermelhos: Nenhum
Renda / Público: –
Gols: Jean, aos 4, Diego Souza, aos 7, e Kieza, aos 24 minutos do primeiro tempo. Carneiro, aos 16 minutos do segundo tempo.

Botafogo: Saulo; Marcinho, Carli, Igor Rabello e Moisés; Jean (Matheus Fernandes), Rodrigo Lindoso e Gustavo Bochecha; Luiz Fernando, Kieza (Brenner) e Erick (Rodrigo Pimpão). Técnico: Zé Ricardo

São Paulo: Sidão; Bruno Peres (Liziero), Bruno Alves, Anderson Martins e Edimar (Carneiro); Jucilei, Hudson, Nenê (Rodrigo Caio), Rojas e Reinaldo; Diego Souza. Técnico: Diego Aguirre

Related posts

Vettel vence pela primeira vez o GP da Alemanha de F1

REDAÇÃO

Vasco empata em 2 a 2 com o Santos e deixa a Copa do Brasil

REDAÇÃO

Gerson marcar duas vezes e coloca o Fluminense na semifinal da Primeira Liga

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais