Botafogo e Flamengo fazem jogo de pouca inspiração e empatam

No jogo de ida de uma das semifinais da Copa do Brasil, o placar não se movimentou. Botafogo e Flamengo – com Reinaldo Rueda pela primeira vez no comando – fizeram um jogo truncado, com muitas faltas, cartões vermelhos e poucas chances criadas, não saindo do zero no estádio Nilton Santos, na noite desta quarta-feira. Carli e Muralha foram expulsos na etapa complementar, após dividirem a bola de forma dura.

Com o resultado, o Botafogo vai para a partida da próxima semana podendo empatar com gols, além de atuar por uma vitória simples. Já ao Flamengo resta vencer por um placar mínimo também. Caso o 0 a 0 se repita, a decisão será nas penalidades.

O jogo

O primeiro lance de perigo ocorreu aos 16, quando Everton bateu falta e cruzou. Réver desviou e Gatito segurou firme. O Fogão respondeu um pouco depois, quando Matheus Fernandes cruzou e Bruno Silva tentou de voleio. Uma chance para cada lado e muita disposição, com 15 faltas antes do intervalo.

 O jogo seguiu muito pegado na etapa complementar e as equipes praticamente não criaram. A chance mais clara foi do Flamengo, em cobrança de falta de Diego aos 11, mas a bola ficou no travessão. Na marca dos 34, Carli e Muralha disputaram de forma ríspida a bola e os dois acabaram indo para o chuveiro mais cedo.
Final: 0 a 0 e decisão aberta para a volta no Maracanã.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 0 X 0 FLAMENGO

Local: Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Anderson Daronco (RS-Fifa)
Renda/público: R$747.825,00/ 26.575 pagantes
Cartões amarelos: Carli, Matheus Fernandes, Rodrigo Lindoso e Rodrigo Pimpão.
Cartão vermelho: Carli e Alex Muralha.
Gols: –

BOTAFOGO: Gatito Fernández, Luis Ricardo, Carli, Igor Rabello e Victor Luís; Rodrigo Lindoso, Bruno Silva, Matheus Fernandes e João Paulo; Rodrigo Pimpão (Guilherme, 21’/2ºT) e Roger (Marcelo, 35’/2ºT) – Técnico: Jair Ventura.

FLAMENGO: Alex Muralha, Rodinei, Rever, Juan e Renê; Willian Arão e Cuéllar; Berrío (Márcio Araújo, 25’/2ºT), Diego e Everton (Vinícius Júnior, 29’/2ºT, Thiago, 36’/2ºT)); Felipe Vizeu – Técnico: Reinaldo Rueda.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: