Botafogo 3 x 0 Criciúma: Glorioso vence e pode voltar à Libertadores depois de 17 anos

00Mais de 34 mil torcedores atenderam a convocação dos jogadores e apoiaram o Botafogo na última rodada do Brasileirão. O alvinegro carioca bateu o Criciúma por 3 a 0 e terminou o campeonato dentro do G-4, de onde passou a maior parte das 38 rodadas da competição.

O Botafogo dominou completamente a partida e foi melhor de ponta a ponta. Os gols foram marcados por Lodeiro, cobrando falta aos 9 minutos. A bola desviou na barreira e enganou Galatto. Elias ampliou aos 23 minutos do 2º tempo, se aproveitando de rebote do goleiro carvoeiro. E Seedorf deu números finais com gol de cabeça após cruzamento perfeito de Júlio César.

Com a combinação de resultados o Botafogo chegou aos 61 pontos com a vitória, terminando o campeonato dentro do G-4. Cabe agora ao alvinegro carioca torcer para que a Ponte Preta não conquiste o título da Copa Sul-Americana na quarta-feira contra o Lanús – na primeira partida as equipes empataram em 1 a 1 no Pacaembu. Caso a Macaca ganhe o título, apenas os três primeiros do Brasileirão disputarão a Libertadores 2014. O Criciúma fechou sua participação no Brasileirão em 16º com 46 pontos, escapando da 2ª divisão.

O jogo:
O Botafogo começou a partida com toda a velocidade e logo imprimiu o seu ritmo. Especialmente nas cobranças de bola parada. Aos 5 minutos o lateral Edilson, um dos destaques do time no campeonato, cobrou falta da intermediária que saiu a direita do gol do Criciúma.

Edilson fez boa jogada individual aos 9 minutos pela ponta direita e foi derrubado quase sobre a risca lateral da grande área. Lodeiro cobrou a falta com força e contou com desvio na barreira e na zaga do Criciúma, matando o goleiro Galatto. 1 x 0.

O Criciúma ameaçou aos 12 minutos, quando Welligton Paulista ajeitou de cabeça para João Vitor, que arriscou de fora da área. Jefferson, goleiro do Botafogo e da Seleção Brasileira, fez uma defesa muito bonito, espalmando para escanteio.

Aos 35, Elias marcou de peixinho pegando rebote de Galatto após de bomba de Edilson. O centro-avante estava em posição irregular, bem assinalada pela arbitragem.

Júlio César, que fez ótima partida, desceu em velocidade aos 43 minutos e rolou Lodeiro. O uruguaio chutou rasteiro e a bola desviou na defesa do Tigre antes de sair em escanteio.

O Botafogo começou a etapa final pressionando bastante. O lance capital da partida foi aos 6 minutos do segundo tempo, quando Lodeiro partiu em contra-ataque veloz e foi agarrado por João Vitor. O jogador do Criciúma, que já tinha cartão amarelo, recebeu o segundo e foi expulso. Com um jogador a mais o domínio foi completo até o final.

Edilson, cobrando falta, acertou o travessão do Criciúma aos 8 minutos, e quase ampliou. Aos 14 Elias marcou novamente em posição clara de impedimento: Seedorf recebeu em ótima oportunidade e bateu rasteiro, cruzado. Galatto deu rebote e Elias, impedido finalizou para o gol vazio.

O segundo gol saiu após nova jogada iniciada em cobrança de falta do lateral Edilson, aos 23. De tanto insistir, o centro-avante Elias, que já havia marcado dois gols anulados, finalmente marcou um válido: Edilson cobrou falta com força em cima da barreira e a bola sobrou para finalização de Dória. Galatto deu rebote e Elias apareceu para tocar para o fundo das redes. 2 x 0.

Se com 11 jogadores estava difícil, com um a menos o Criciúma ameaçou menos ainda. Apenas aos 36 minutos que o Tigre assustou o gol de Jefferson em finalização de primeira de Douglas, que passou raspando o travessão.

A cereja do bola estava reservada para os 42 minutos. Foi quando Júlio César fez cruzamento perfeito da esquerda na cabeça de Seedorf. O craque alvinegro subiu com toda a sua categoria e cabeceou com brilhantismo para dar números finais. 3 x 0.

Muita festa da torcida do Botafogo, que mostrou que, caso passe para a Libertadores, dará muito trabalho. O treinador Oswaldo de Oliveira comemorou muito a 4ª posição, a melhor campanha do alvinegro desde 1995. Já o Criciúma ao menos respirou aliviado por escapar do rebaixamento.

Veja os gols

Escalações
BOTAFOGO: Jefferson, Edilson, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Gabriel, Renato, Lodeiro, Seedorf (Hyuri) e Rafael Marques (Lima); Elias (Bruno Mendes).

CRICIÚMA: Galatto; Sueliton, Ewerton Páscoa, Matheus Ferraz e Marlon; Serginho (Luisinho Mello), Bruno Renan, João Vitor e Ricardinho (Leandro Brasília); Lins e Wellington Paulista (Douglas).

Gols: Lodeiro, aos 9 do 1º tempo; Elias, aos 23 do 2º tempo; Seedorf, aos 42 do 2º tempo.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: