Botafogo 1 x 1 Goiás: Liderança amarga para os alvinegros

003Botafogo e Goiás empataram em 1 a 1 pela abertura da 13ª rodada do Brasileirão, no Estádio Mané Garrincha. Mais de 23 mil pessoas estiveram presentes para apoiar o Botafogo, que resolveu mandar alguns de seus jogos na capital federal. Os torcedores alvinegros presentes saíram do estádio lamentando o empate, que apesar de colocar a equipe momentaneamente na liderança com 25 pontos, poderá ser ultrapassada novamente amanhã (por Cruzeiro ou Coritiba).

Já o Goiás, que terminou a partida com um a menos depois da expulsão de Hugo, comemorou o empate. Agora a equipe esmeraldina soma 17 pontos e vai dormir hoje na 9ª colocação da tabela.

1º tempo com poucas chances reais

A movimentação no ataque alvinegro mudou com a saída de Lodeiro (convocado pela seleção uruguaia), que deu lugar a Elias. Jogando mais centralizado, o atacante teve as melhores chances do Botafogo.

Aos 10 minutos, Seedorf, que teve a escalação confirmada cinco minutos antes da partida, recebeu cobrança rápida de falta e arriscou um chute muito forte de fora da área. A bola veio rasteira, e o goleiro Renan rebateu nos pés de Elias. O atacante alvinegro marcou o gol, mas o bandeirinha corretamente assinalou a irregularidade.

Apesar da maior posse de bola (63%) o Botafogo não criou mais nenhuma chance de perigo no primeiro tempo. Que ameaçou foi o Goiás, especialmente em jogadas do corpulento Walter. O artilheiro da equipe mostrou seu valor técnico e, sobretudo tático, ao fazer bem as jogadas na função de pivô.

Na melhor delas deixou Hugo na cara de Jefferson, que defendeu chute forte a queima roupa. O Goiás ainda ameaçou com uma cabeçada de Rodrigo, após cobrança de escanteio.

2º tempo: Fogo amigo de André Bahia

O jogo mudou completamente no segundo tempo, com o Botafogo mais incisivo. Vitinho fez duas boas jogadas seguidas. Na primeira, driblou três e foi desarmado na hora da conclusão. Na sequência bateu colocado, cruzado, e a bola explodiu no travessão.

A pressão alvinegra se converteu em gol aos sete minutos. Gilberto cruzou para Elias. O atacante escorou para Rafael Marques bater cruzado. 1 a 0 Botafogo.

Daí em diante equipe carioca conduziu bem a posse de bola. O Goiás arriscava volta e meia especialmente com Walter. Mas aos 23 minutos uma jogada bisonha: André Bahia, que substitui o suspenso Bolívar, tentou cortar despretensioso cruzamento da direita e enganou Jefferson.

O gol contra foi um balde de água fria. A partir daí o que se viu foi um Goiás mais perigoso e o Botafogo desordenado, sem armar uma grande chance. Walter ainda mandou uma bola na trave aos 36 em jogada individual.

Hugo cometeu duas faltas seguidas, tomando dois cartões amarelos. Expulsão infantil que proporcionou um ânimo extra ao Botafogo, que desesperado lutou em vão até os 50 minutos.

As equipes voltam a campo no meio de semana. Na quarta o Goiás recebe o Flamengo no Serra Dourada. Já o Botafogo enfrenta o Internacional na próxima quinta-feira, no Maracanã.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: