Batida na Ponte Rio-Niterói provoca grande congestionamentos e deixa feridos

Acidente entre um ônibus e um caminhão reboque, no final da madrugada desta segunda-feira (23), na ponte Rio-Niterói, deixou pelo menos 11 pessoas feridas.

Por volta das 10h10, o tempo de travessia estava próximo ao regular, com cerca de 19 minutos, sentido Rio. No entanto, moradores de Niterói e São Gonçalo, na região Metropolitana do Rio de Janeiro, ainda sentiam os reflexos do acidente com congestionamento que chegava a 20 km na Rodovia BR-101, um dos acessos à ponte.

Por volta de 6h40, os motoristas enfrentavam um congestionamento de quase duas horas para realizarem a travessia na ponte.

O acidente foi provocado após um ônibus da viação Coesa, de São Gonçalo, entrar na traseira de um guincho da Ecoponte, que estava parado em serviço com sinalização de trânsito no local. O problema aconteceu por volta das 5h30 da manhã, na descida do vão central, e afetava quem seguia em direção ao Rio. Duas faixas da ponte ficaram interditadas.

Com o acidente, 11 pessoas ficaram feridas e foram encaminhadas para os hospitais estadual Azevedo Lima e municipal Carlos Tortelly. Os primeiros atendimentos foram realizados pela equipe médica da concessionária.

 Apesar do trânsito nas principais vias de Niterói e São Gonçalo, a melhor opção para os motoristas fazerem a travessia de Niterói em direção ao Rio continua sendo as barcas. Segundo o Boletim CCR Barcas, às 9h30, a Linha Praça Arariboia-Praça XV acontece normalmente com intervalo de 10 minutos entre as viagens e com 20 minutos o tempo médio de travessia.



Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: