Bandeira de Mello é reeleito presidente do Flamengo e confirma Muricy

O Flamengo realizou durante toda esta segunda-feira (7), na sede do clube, na Gávea, a eleição para eleger o presidente do clube, para o triênio 2016/2018. Até o fechamento desta edição, o resultado oficial ainda não havia sido divulgado, com as pesquisas de boca de urna apontando uma vitória com grande margem para o atual presidente Eduardo Bandeira de Mello. Ao todo, 2.753 sócios exerceram o direito de votar.

Após a apuração da primeira urna, os números apontavam o candidato da situação com 424 votos. O candidato da Chapa Verde, Wallim Vasconcellos, possuía 216 votos e Cacau Cotta da Chapa Branca, possuía 73.

Eduardo Bandeira de Mello trabalhou nesta campanha a valorização da recuperação fiscal do Rubro-Negro carioca e a promessa de maiores investimentos no futebol neste segundo mandato.

Durante todo o dia, diversos ex-presidentes do clube como Márcio Braga, Kleber Leite, Hélio Ferraz, George Helal e Patrícia Amorim, além de ídolos como Júnior marcaram presença na Gávea.

Muricy – O técnico Muricy Ramalho já tem um acordo com a atual diretoria do Flamengo e, caso Bandeira seja reeleito, já imagina seu futuro no comando do clube.

“Precisamos ter calma, porque existem as eleições. Temos que respeitar todo o mundo e depois podemos falar alguma coisa”, iniciou o técnico na tarde desta segunda, durante a entrega do prêmio Bola de Prata, promovido pela Revista Placar em parceria com a ESPN, em São Paulo.

Com a finalidade de tratar sua saúde, Muricy Ramalho deixou o São Paulo no último mês de abril. No período sem trabalhar, o treinador viajou à Espanha para conhecer a estrutura do Barcelona e aumentou seu repertório para voltar a atuar, provavelmente no Flamengo.

“É um desafio, um gigante do futebol mundial. O clube tem uma gestão muito séria e profissional. Em um futuro próximo, acredito em um time fortíssimo”, afirmou. “Quem não quer dirigir o Flamengo? Com certeza, ganhar no Flamengo deve ser muito diferente”, afirmou.

Seguidas vezes, Muricy Ramalho elogiou os ideais apresentados pela diretoria encabeçada por Eduardo Bandeira de Mello. Sabedor das deficiências estruturais do Flamengo, o treinador confia na possibilidade de contribuir com a evolução do clube.

“É um lugar em que vou poder colaborar, deixar alguma coisa. Nos outros lugares, estava praticamente tudo pronto. Estou indo para um lugar em que posso colaborar com a diretoria, os funcionários, a comissão técnica. O clube está no ponto para dar um giro: ganhar títulos e melhorar a estrutura”, afirmou.

No comando do Fluminense, arquirrival flamenguista, Muricy Ramalho teve passagem de sucesso ao conquistar a edição de 2010 do Campeonato Brasileiro com os astros Conca e Fred.

Cinco anos depois, o experiente treinador se diz pronto para retornar ao Rio de Janeiro, agora vestido de vermelho e preto.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: