Autuori se apresenta e já começa a trabalhar no Vasco

2Confirmado como substituto de Gaúcho como treinador do Vasco nesta sexta-feira (22), Paulo Autuori já comandou a primeira atividade tática na manhã deste sábado (23), em São Januário. Após conversar com o elenco, o técnico subiu para o gramado, onde fez algumas marcações e deu atenção especial ao meio-campista Carlos Alberto e ao atacante equatoriano Carlos Tenorio, com os quais conversou por mais tempo. Além do treinador, o auxiliar-técnico Renê Weber e o preparador físico Gilvan Santos também foram contratados pelo Vasco.

O primeiro jogo de Autuori no comando do Vasco será diante do Olaria, na próxima quarta-feira, às 16 horas (de Brasília), no estádio Moça Bonita. Derrotado pelo Botafogo na final da Taça Guanabara, o time alvinegro sucumbiu diante de Volta Redonda e Nova Iguaçu nas rodadas iniciais da Taça Rio, ficando na sétima colocação do Grupo A.

Aos 56 anos, Paulo Autuori de Melo fez nome no futebol brasileiro ao conquistar por duas vezes a Copa Libertadores da América: em 1997, pelo Cruzeiro , e em 2005, pelo São Paulo, clube pelo qual triunfou no Mundial de Clubes do mesmo ano ao superar o Liverpool (Inglaterra) na final.

No cenário internacional, o técnico ganhou fama ao conquistar títulos por Alianza Lima e Sporting Cristal, ambos do Peru, e ser chamado para comandar a seleção do país sul-americano. Depois de rápidas passagens por Grêmio e Kashima Antlers (Japão), obteve prestígio no Al Rayyan (Catar) e na seleção olímpica catariana.

Autuori afirmou na conversa com os jogadores que o técnico é coadjuvante dentro de um time de futebol: “Me irrita muito esse protagonismo que dão ao técnico de futebol. Os protagonistas são os jogadores e os torcedores. A reciprocidade entre essas partes é o que faz o espetáculo do futebol”.

O técnico destacou também a importância de trabalhar num clube do tamanho do Vasco e disse que “todos os técnicos querem trabalhar em clube de tradição. Mesmo instituições tradicionais passam por momentos difíceis. Acredito nas pessoas que estão aqui”, disse ele.

Autuori também comentou sobre o trabalho que foi feito pelo Gaúcho, ex-treinador vascaíno.

“Quero deixar uma palavra ao Gaúcho: Belo trabalho que desenvolveu. E muito do que vier acontecer, terá vindo iniciado por ele. Não tenha duvida disso. Nesse momento, vamos seguir nesse esquema. Para o jogo contra o Olaria , é muito difícil eu mudar uma coisa. Mas sei que a tolerância da torcida com alguns jogadores são maiores ou menores. Peço a todos que tenham paciência nesse inicio”.

O treinador falou de seu momento profissional depois da passagem pelo Catar: ” Sinto-me mais seguro, confiante, minha luta é comigo mesmo, não é com ninguém. Só quero ser melhor do que eu mesmo”.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: