BOTAFOGO ESPORTE

Atlético-MG vence Botafogo e garante sexto lugar

banner

Dependendo apenas de si para garantir uma vaga na pré-Libertadores, o Atlético-MG venceu o Botafogo, neste sábado (1º), por 1 a 0, e vai terminar o Brasileirão no sexto lugar. O único gol do jogo foi marcado por Cazares, ainda no primeiro tempo. Na etapa final, o placar em aberto deu um toque de drama aos torcedores que lotaram o Horto. Mas o resultado perdurou até o apito final e a torcida mineira comemorou a vaga na competição continental do ano que vem.

Para ficar fora do G-6, o Galo teria que perder seu jogo e o Atlético-PR vencesse o Flamengo no Rio. No outro jogo da noite, o xará paranaense até virou a partida, mas vai terminar o Brasileirão em sétimo lugar.

Com o resultado, o Galo terminou o Brasileirão com 59 pontos. O Botafogo fica com 51 e pode até cair para o décimo lugar, mas garante sua vaga na Copa Sul-Americana de 2019.

JOGO

Casa cheia e time animado no Independência. O Atlético começou o jogo naquele clima de pressão que ficou conhecido nos últimos anos dentro do Horto. Com três minutos, um bate rebate na área só não terminou em gol porque a zaga carioca conseguiu bloquear as finalizações de Ricardo Oliveira, Luan, e ainda contou com a sorte no chute de Elias. Ainda antes dos dez minutos, Ricardo Oliveira recebeu de Cazares e cabeceou com perigo ao gol de Gatito.

O Botafogo investiu suas ações ofensivas pelo lado direito, mas não gerou perigo ao gol de Victor, e seguiu atacado pelos anfitriões. Em menos de 20 minutos, não teve jeito. A ótima jogada atleticana pelo lado direito terminou com o passe rasteiro de Emerson e o gol de Cazares. Antes do intervalo, o Galo ainda chegou com perigo no desvio de Adilson e em uma nova cabeçada de Ricardo Oliveira, após cruzamento de Chará.

O Botafogo voltou mais disposto no segundo tempo, e como o Atlético não deixou de atacar, a partida deu uma esquentada. O primeiro grande momento foi um contra-ataque dos visitantes que Maidana se recuperou muito bem e travou Kieza no momento do chute. O Galo respondeu com uma falta perigosa no segundo poste. Ainda com meia hora de jogo, o Bota voltou a assustar com Matheus Fernandes, enquanto o Atlético desperdiçou uma boa chance na furada de Luan.

Faltando aproximadamente 15 minutos para o fim do jogo, o torcedor atleticano foi informado que o xará paranaense havia feito o segundo gol contra o Flamengo. Naquele momento, um gol do Botafogo tiraria o Galo do G-6. O placar ainda indefinido deixou a torcida tensa no Independência. Em campo, o time mostrava cautela para não apostar todas as fichas no segundo gol e correr o risco de deixar espaços e sofrer o empate. O alívio só veio com o apito final e a vitória garantida.

ATLÉTICO-MG

Victor; Emerson, Leonardo Silva (Gabriel, 10’2ºT), Maidana e Fábio Santos; Adilson, Elias (Zé Welison, 28’2ºT), Luan, Cazares e Chará; Ricardo Oliveira (David Terans, 34’2ºT).
T.: Levir Culpi.

BOTAFOGO

Gatito; Marcinho, Marcelo Benevenuto, Igor Rabello e Moisés; Matheus Fernandes, Gustavo Bochecha (João Paulo, 30’2ºT) e Marcos Vinícius (Ezequiel, 16’2ºT); Yuri (Leandrinho, 16’2ºT), Rodrigo Pimpão e Kieza.
T.: Zé Ricardo.

Árbitro: Braulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Neuza Ines Back (SC)
Adicionais: Edson da Silva (SC) e Evandro Tiago Bender (SC)
Público/Renda: 22.365 presentes/R$313.452,00.
Cartões amarelos: Leonardo Silva, Elias, Emerson, Victor (CAM), Yuri, Matheus Fernandes, Pimpão (BOTA)
GOL: Cazares (BOT), aos 17 minutos do primeiro tempo.

Posts Relacionados

Mano vai manter André Santos como meia

REDAÇÃO

CBF confirma calendário de 2015 com início em fevereiro

REDAÇÃO

Flamengo vence Remo por 1 a 0 em estreia na Copa do Brasil

REDAÇÃO

Esse site utiliza cookies para melhorar a sua experiência de navegação. Assumimos que você esteja de acordo com isso, caso contrário você pode fazer opt-out if se desejar. Aceito Leia Mais