Atlético-MG 2 x 2 Fluminense: R10 brilha e assegura empate com Flu

003Em jogo bastante movimentado pela 18ª rodada do Brasileirão o Atlético-MG correu por duas vezes atrás do placar contra o Fluminense, mas alcançou o empate graças ao iluminado Ronaldinho Gaúcho. O craque do Galo marcou dois golaços em cobranças de faltas, uma em cada tempo. Em ambos os lances de gol o goleiro tricolor Diego Cavalieri nem se moveu. O Flu jogou os 15 minutos finais com um jogador a menos, após expulsão boba de Rhayner, autor do segundo gol do time carioca.

O empate, no entanto não foi bom resultado para nenhuma das equipes. O Fluminense ocupa a 16ª colocação, apenas uma acima da zona de rebaixamento, com 19 pontos. O Galo está na 13ª posição, com 21 pontos.

As equipes fecham o primeiro turno no sábado. O Fluminense volta a campo às 18h30 no Maracanã, onde enfrenta o Bahia. No mesmo horário o Atlético-MG vai ao Barradão enfrentar o Vitória.

Ronaldinho magistral
O Atlético veio a campo com mais ímpeto, partindo para o ataque e dominando a posse de bola. Luxemburgo apostou na velocidade do jovem Rafinha, como um ponta direita para puxar contra ataques.
E foi justamente em um contra golpe aos 14 minutos puxado por Rafinha que surgiu o primeiro gol. O cruzamento veio pela direita, Luan cortou mal e a bola foi no pé de Wagner. O meia concluiu com categoria, sem chances para o batido Victor. 1 a 0.

O Galo não se abateu, e impulsionado pela torcida avançou em busca do empate. Cavalieri fez grande defesa aos 16, após boa jogada de Fernandinho.

A zaga tricolor segurou as ações do Galo, com bons desarmes de Edinho e Gum. Apenas nos acréscimos que apareceu o craque do campeão da Libertadores. Aos 48 Ronaldinho sofreu falta. De frente para o gol o craque, que vinha sumido na partida, bateu com grande precisão. A bola tocou no travessão e quicou no gramado antes de entrar. Cavalieri apenas olhou. Um golaço. 1 a 1.

Rhayner, de herói a vilão
O segundo tempo começou a todo vapor, com as equipes buscando o jogo. Em vários momentos o duelo travou no meio de campo, especialmente pela grande quantidade de faltas. Foram distribuídos nove cartões amarelos.

O tricolor voltou a frente aos 27 minutos. Richarlyson falhou e armou contra golpe para o Flu. Rhayner arrancou desde o meio de campo e encobriu com o pé esquerdo o goleiro Victor. A bola tocou no travessão de leve antes de entrar. Belo gol do Flu. 2 a 1.

Rhayer, que poderia se consagrar, acabou sendo expulso aos 30, após falta desnecessária no meio de campo. O jogador do Fluminense já havia recebido cartão por reclamação na primeira etapa, e por conta da expulsão permitiu pressão atleticana nos minutos finais.

Aos 37, Anderson derrubou Leonardo Silva, que atuou como um centro-avante nos minutos finais. Novamente em posição ótima para Ronaldinho. O meia ajeitou com carinho e bateu por cima da barreira com mais precisão ainda. Cavalieri também não se mexeu nesse lance. 2 a 2.

Na comemoração Ronaldinho fez questão de abraçar o criticado Richarlyson. O jogador saiu de campo muito vaiado pela torcida atleticana, após falhar no gol de Rhayner.

Nos 22 gols que Ronaldinho marcou pelo Galo, esse foi o 4º de falta e o 5º nesse Brasileirão.
O jogo seguiu com o Galo assustando apenas nas bolas paradas. Com um a menos o Fluminense não teve forças para arrancar mais do que o empate no Horto.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: