Após visita, Fifa ameaça excluir Curitiba da Copa

000Os atrasos no cronograma de obras da Arena da Baixada podem fazer com que Curitiba deixe de ser uma das sedes da Copa do Mundo. A ameaça foi feita pelo secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, durante entrevista coletiva nesta terça-feira (21), após vistoria no estádio do Atlético-PR, que está sendo reformado para receber os jogos da competição. Valcke realizou uma visita ao estádio juntamente com integrantes do Comitê Organizador Local da Copa (COL).

Questionado sobre a situação da Arena da Baixada, ele considerou que as obras estão muito atrasadas. “O que dizer? A questão é delicada. Sejamos francos e diretos. Como devem saber, a situação atual do estádio não é do nosso agrado. Não apenas está muito atrasado, mas foge a qualquer bom cronograma de entrega da Fifa para o uso”, afirmou o dirigente.

Ele deu prazo até o dia 18 de fevereiro, quando a Fifa deve fazer uma nova vistoria no estádio, para que as obras apresentem boa evolução e se adaptem ao cronograma da entidade. Valcke adiantou que não espera ver a Arena da Baixada pronta nesta data mas que precisa ter progresso. Segundo o secretário-geral, a Fifa, a partir de agora, trabalhará em vários níveis.

A fiscalização do entidade e do COL será diária nas obras da Arena da Baixada, para que o local possa ser entregue a tempo de receber o Mundial – o primeiro jogo lá, entre Irã e Nigéria, está marcado para o dia 16 de junho.

A programação da Copa prevê quatro jogos na Arena da Baixada, todos válidos pela primeira fase. Além de Irã x Nigéria, o estádio em Curitiba receberá Honduras x Equador, Austrália x Espanha e Argélia x Rússia.




Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: