150 loucos pela vida

O bloco carnavalesco Loucos pela Vida, formado por pacientes da Saúde Mental, realizou na tarde desta quinta-feira (29), seu 13º desfile. O bloco, organizado pelo Centro de Convivências Oficinas Integradas, através da Fundação Municipal de Saúde de Niterói, teve início da Rua Marquês de Olinda, no Centro, e seguiu até a Avenida Ernani do Amaral Peixoto. Ao todo, 150 pessoas, entre pacientes, profissionais da saúde e familiares participaram do desfile.

Apresentando o enredo “Diversão e arte pra vida da gente ser mais colorida”, o bloco Loucos pela Vida desfilou pela primeira vez nas ruas do Centro da cidade. Desde que foi fundado, o bloco desfilava no bairro de Charitas. Segundo os organizadores, a ideia é dar visibilidade aos pacientes, com intuito de promover a inclusão social nos dias de folia.

Além do enredo principal, os intérpretes do bloco animaram o público cantando sambas em cima de um trio. Abordando temas variados, as letras retratavam de forma cômica os direitos da terceira idade, a realidade política e a importância da educação.

De acordo com o coordenador do Centro de Convivências, Franklin Torres, o bloco carnavalesco surgiu com a proposta de ampliar os laços entre a sociedade e os pacientes que possuem transtornos mentais.




%d blogueiros gostam disto: